sábado, 2 de abril de 2011

A nossa “galeria de notáveis locais e regionais” composta até à data.

Última actualização: 29 de Abril de 2011
Arranjo gráfico: Leonel Salvado
Clique sobre a imagem para aumentá-la
Passado pouco mais de um mês do primeiro aniversário do Clube de História de Valpaços, continuo infelizmente a constatar, através de conversas informais que vou mantendo com alguns amigos valpacenses com acesso à Internet que, infelizmente, muitos destes amigos ignoram pura e simplesmente a existência deste blogue, apesar dos nossos esforços para o divulgar. Ironicamente, constato ainda que muitos outros amigos que confessam visitá-lo com regularidade, me surpreendem com sugestões no sentido de escrever alguma coisa sobre esta ou aquela figura de relevância histórica local ou regional, alegadamente ignorada, quando na verdade já escrevemos sobre elas! Ainda que veja como suficientemente compensatória a atenção dispensada por uma minoria de valpacenses, colaboradores e visitantes, os mesmos que, por ocasião do primeiro aniversário do Clube de História de Valpaços, nos honraram com palavras de apoio, pareceres elogiosos e de estímulo à continuação dos nossos trabalhos - que não será necessário nomear aqui – vamos neste post fazer um enunciado iconográfico das personagens históricas de interesse local e regional que foram até à data objecto das nossas publicações biográficas (outros se lhes juntarão com certeza) e fazem parte da nossa presente “galeria de notáveis”, e cujos conteúdos podem ser vistos ou revistos a partir daqui. São figuras ilustres locais e regionais, Grandes Homens e Grandes Senhoras a quem tivemos o prazer de assinalar nossa homenagem póstuma e divulgar o seu papel na História.

Leonel Salvado 
clique sobre as imagens sempre que quiser observá-las ao pormenor

Retrato fidedigno de Álvaro do Carvalhal, réplica de outro existente
 na sala da casa de habitação de sua neta Dra. Mariberta
 Carvalhal | Recursos: foto in http://guitarradecoimbra.blogspot.com; 

Álvaro do Carvalhal de Sousa Silveira e Telles, jovem promissor escritor, mais conhecido, no meio das Letras, por Álvaro Carvalhal, nascido em Argeriz ou em Padrela (as opiniões dividem-se) que teve uma curta passagem pela vida.


O Professor Doutor Amândio Tavares | galeria da Reitoria 
da Universidade do Porto, in http://sigarra.up.pt/up/album_geral.fotografia?p_id=29
 (adaptado) | moldura:  http://www.ruadireita.com

Professor Doutor Amândio Tavares, um dos mais notáveis filhos da terra, nascido em Valpaços, brilhante figura enquanto estudante, docente universitário e cientista, Reitor da Universidade do Porto muito estimado pelo corpo docente e pelos estudantes desta instituição.


António Maximino Carneiro | foto de família, cortesia 
Manuel Medeiros | moldura:  http://www.ruadireita.com
António Maximino Carneiro, um dos memoráveis valpacenses, viveu em Valpaços nos últimos anos da Monarquia e nos primórdios da República, sendo venerado pela sua enérgica actividade partidária na direcção do Partido Democrático e no exercício do cargo de Tesoureiro de Finanças com as qualidades morais que lhe granjearam as maiores simpatias dos populares em todo o concelho.
VER POST


Dr. Francisco José de Medeiros | retrato publicado em 
O Partido Progressista de Valpaços, José António Soares da Silva | moldura:  http://www.ruadireita.com
Dr. Francisco José de Medeiros, nascido em Valpaços, foi um político notável e um dos maiores juristas do seu tempo, alinhou pelo Partido Progressista em Valpaços nos últimos anos da Monarquia Constitucional, foi deputado às Cortes Constituintes, ascendeu à Câmara dos Pares e exerceu os mais altos cargos da administração da Justiça, foi Ministro da Justiça e, durante a 1ª República, Presidente do Supremo Tribunal de Justiça.
VER POST


Franklim Teixeira | retrato de família, cortesia D.ª Eugénia 
Teixeira Cerqueira da Mota

Franklim Teixeira, fervoroso Republicano dos finais da Monarquia, nascido em Valpaços. Participou na revolta de 31 de Janeiro de 1891, no Porto, e dela escapou com vida exibindo orgulhosamente a bandeira Republicana na sua terra natal. Conta-se que se atreveu a afrontar D. Carlos dando, em altos brados, vivas à República quando o rei D. Carlos aqui se apeou na sua viagem de Chaves a Mirandela e refere-se que já no tempo da República foi ele o primeiro Administrador do Concelho, função que exerceu com grande responsabilidade, mas também com necessário espírito de tolerância e de nobres sentimentos.


Joaquim de Castro Lopo | retrato publicado em O Partido 
Progressista de Valpaços, José António Soares da Silva | moldura:  http://www.ruadireita.com
Joaquim de Castro Lopo, um valpacense de nascimento, Alma e Coração e, talvez, um dos homens mais cultos do seu tempo em toda a Província de Trás-os-Montes, intelectual e publicista, político, brilhante orador e um exemplar filantropo.
VER POST


Dr. José de Castro Lopo | retrato de família, cortesia 
D.ª Eugénia Teixeira Cerqueira da Mota | moldura:  http://www.ruadireita.com
Dr. José Castro Lopo, natural de Valpaços, foi um distinto estudante, antes de ser fazer notar pela sua singular inteligência e saber clínico e se dedicar na sua terra natal a uma bem sucedida prática médica e benfeitora, deixando transparecer durante toda a sua vida, mas especialmente nos finais do século XIX, a sua incondicional paixão pela República.
VER POST

Júlio do Carvalhal | retrato gentilmente cedido pelo
 Dr. José António Soares da Silva | moldura:  http://www.ruadireita.com
Júlio do Carvalhal de Sousa Teles Pereira e Meneses ou da Silveira Betencourt de Noronha, nascido em 1810 em Veiga do Lila, Valpaços, foi um digno representante da aristocracia do Norte de Portugal cuja linhagem remonta uma dezena de gerações e passou, com distinção por alguns dos momentos decisivos da História portuguesa. Homem de firmes convicções liberais, foi um dos “bravos do Mindelo” e, a par da sua vocação militar, destacou-se em importantes cargos administrativos durante a monarquia constitucional, chegando a ser Governador Civil de Bragança.
última actualização: 16 Agosto 2912
VER POST


Dona Maria do Carmo Carmona | retrato obtido da página do
 Museu Presidencial,in http://www.museu.presidencia.pt | moldura:  http://www.ruadireita.com
D.ª Maria do Carmo Carmona, distinta Senhora natural do concelho de Valpaços, conhecida pela exemplar virtude de saber usar da sua influência enquanto “Primeira-dama” da República para concretizar as suas abnegadas acções de beneficência, em especial dirigidas em abono das populações carenciadas da sua Província natal; á sua influência, junto do marido, se costuma atribuir também a elevação de Chaves a vila, a 12 de Março de 1928, cidade onde se conheceram e casaram.
VER POST



 Praça com o busto de Dr. Olímpio dos Santos Seca, 
Valpaços | guache de Leonel Salvado | moldura:  http://www.ruadireita.com
Dr. Olímpio dos Santos Seca, o “médico dos pobres”, como ainda hoje é recordado, é uma das figuras saudosas da sociedade valpacense. Nascido numa família de origem brigantina, de moderados recursos,  estabelecida em Vilarandelo, concelho de Valpaços, dedicou a sua vida ao serviço da saúde e do bem-estar da população do concelho, tanto em Valpaços como nas regiões mais isoladas carenciadas, para onde amiúde e desinteressadamente se deslocava quando era necessário.
VER POST


Dra. Regina Quintanilha | retrato publicado na Ilustração 
Portuguesaedição semanal do jornal o Século, 24 de
 Novembro de 1913, in  http://virtualandmemories.blogspot.com | moldura:  http://www.ruadireita.com

Regina Quintanilha, aliás Regina da Glória Pinto Magalhães Quintanilha foi a primeira mulher portuguesa (pretende-se que também a primeira da Península Ibérica) nascida numa família trasmontana de Miranda do Douro, a matricular-se e a licenciar-se em Direito durante o período mais aceso da Revolução republicana. Foi também a primeira mulher a exercer advocacia em Portugal.
VER POST



O Abade de Baçal | foto ipmuseus,
 in http://montalvoeascinciasdonossotempo.blogspot.com | 
arranjo gráfico: Leonel Salvado | moldura:  http://www.ruadireita.com

Francisco Manuel Alves, o Abade de Baçal, foi um sacerdote nascido nesta paróquia transmontana da diocese e distrito de Bragança, hoje diocese de Bragança-Miranda, onde acabou por paroquiar durante o resto da sua vida, vida essa dedicada ao múnus paroquial, mas também à investigação histórica e arqueológica com tal energia e empenho que este sua obre é entendida ainda hoje como uma referência incontornável para eruditos e investigadores da mesma área científica.


Cândido Sotto Mayor | retrato-base: Ilustração Portuguesa, 1906
 | http://olhai-lisboa.blogspot.com/ | criação e adaptação digital: Leonel Salvado | moldura:  http://www.ruadireita.com
Cândido Sotto Mayor foi um dos transmontanos muito bem sucedidos no mundo dos negócios dos finais do século XIX e inícios da centúria seguinte. Um homem cuja nobreza de sentimentos e apego moral às suas raízes, valeram-lhe ser hoje recordado na sua província, concelho e terra natais com grande e legítima deferência e admiração.
VER POST



Miguel Francisco Fernandes Machado | Recursos: Foto de José António Soares da Silva,
 in Traição de Valpaços ou Traição a Valpaços; moldura; http://www.ruadireita.com
 | Arranjo digital de Leonel Salvado

Miguel Francisco Fernandes Machado, popularmente conhecido por "Miguel de Fiães" um ilustre valpacense, natural da freguesia de Fiães, a resgatar para a História.


Padre João Baptista Vaz de Amorim | Recursos: Foto: Revista Aquae Flaviae (14) 1995;
 moldura; http://www.ruadireita.com
Padre João Baptista Vaz de Amorim, uma das principais referências morais e intelectuais do seu tempo em Trás-os-Montes e no concelho de Valpaços. Apaixonado pela República, foi um paladino da democracia e da liberdade, um dos primeiros transmontanos a erguer-se contra a ditadura do Estado Novo.
VER POST



Padre Manuel Torrão Mesquita | Foto Base: obtida em O Arauto de Vilarandelo

 (adaptado) | moldura:  http://www.ruadireita.com

Padre Manuel Torrão Mesquita, conhecido como "o Pároco dos oprimidos e necessitados", natural de Vilarandelo, onde nasceu em 29 de Março de 1911, é mais um digno representante da Galeria de Notáveis do Clube de História de Valpaços. 

3 comentários:

  1. Meu nome é Sylvio Gouvêa da Costa Filho, sou brasileiro, natural da cidade de Niterói, Estado do Rio de Janeiro, que fica do outro lado da Baia de Guanabara onde está a cidade do Rio de Janeiro.
    Há dois anos, após a morte de meu pai, vim do Rio morar com minha mãe, hoje com 92 anos, para cuidar dela que tem Alzheimer.
    Ao organizar os documentos de meus pais encontrei uma referência a meus trisavós, "naturais da Freguesia de Vassal, Conselho de Valpaços, Diocese de Braga. Portugal."
    Eram eles Francisco Antonio de Moraes e Bernarda Teixeira de Figueiredo e, pelo visto, sairam de Portugal já casados e se instalaram no município de Cantagalo no noroeste do Estado do Rio de Janeiro. Eles eram pais de Antonio Teixeira de Morais (meu bisavô), que se casou com Joaquina Candida Nunes de Moraes, cujos pais eram originários da Ilha Terceira, Açores.
    Pesquisei na Internet e achei a cidade de Valpaços e tenho muita vontade de conhecer o lugar que é uma de minhas origens (sou descendente de diversas famílias portuguesas: Garcia Terra do Valle, Ferreira de Oliveira e Silva, Torquato de Gouvêa e Alves da Costa). Como se dizia minha avó, descendente de portugueses pelos quatro costados. E tenho muito orgulho dessa descendência.
    Há como saber se ainda há em Valpaços descendentes das famílias originárias daí?
    Tenho fotos de meus bisavós com seus filhos feitas no no início do século XX e fiz uma árvore geneálogica que para nesses meus trisavós.
    Mas gostaria de ir mais fundo nessa pesquisa sobre minhas origens e, espero,
    um dia poder ir aí em Valpaços para sentir minhas origens in loco, provar seus vilhos, seu azeite de oliva e provar o folar.
    Meu e-mail é: syviocostafilho@gmail.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gouvêa e meu avô se chamava Sylvio Borges de Gouvea. Há um blog sobre os ascendentes Gouvêa, organizado por Anamaria Nunes. Moro no Rio de Janeiro, mas sei que meus ascendentes Gouvêa moravam em Niterói. Se você ainda não conhece o blog, posso lhe passar mais informações sobre o acesso.

      Eliminar
  2. boa noite
    o meu nome é Liliana santos e estou a tentar encontrar o meu avô, tarefa que não esta a ser nada fácil.
    sei poucas informações dele, só que se chama José António Fernandes Oliveira e foi escrivão durante muitos anos em Valpaços, pelo menos em 1955 e/ou seguintes não tenho a certeza, morou em Valpaços ate se casar e tinha um irmão que era conhecido como o Fernando das moreirinhas. se ajudar o meu avô tinha um apelido peculiar que era "o caga baixinho" peço desculpa pelo palavreado.
    gostava mesmo de saber algo sobre ele para saber as minha origens
    se me puder ajudar agradeço imenso
    o meu email é liasantos84@hotmail.com

    ResponderEliminar